Imagem de divulgação da agência Síria Árabe mostra um míssil israelense sendo interceptado em Damasco, em 23 de fevereiro de 2020 — Foto: Sana / AFP

O exército de Israel assumiu a responsabilidade por ataques aéreos contra supostas posições da Jihad Islâmica na Síria, após o lançamento de foguetes por esse grupo armado de Gaza contra o território israelense.

“Em retaliação (pelo lançamento de foguetes), aviões de combate do exército israelense bombardearam alvos da Jihad Islâmica ao sul de Damasco”, informou o exército israelense em comunicado.

As forças israelenses são frequentemente acusadas de realizar ataques na Síria, mas raramente reivindicam tais ações.

Local de produção de armas – Em nota, as forças israelenses indicaram ter atacado um local onde, segundo as autoridades, a Jihad Islâmica “desenvolve” as armas que usa na Síria e também na Faixa de Gaza, um enclave palestino de dois milhões de habitantes bloqueados por Israel.

A aviação israelense também bombardeou posições da Jihad Islâmica em Gaza na noite de domingo, onde as autoridades locais relataram várias pessoas feridas.

O exército israelense informou na manhã de domingo (23) que abriu fogo contra “dois terroristas” que “estavam tentando colocar um dispositivo explosivo perto” da barreira que separa a Faixa de Gaza de Israel, no lado palestino.

A Jihad Islâmica identificou uma das vítimas como Mohamed Al Naem, 27 anos, membro das brigadas Al Qods, seu braço armado. (G1)

Deixe uma resposta

MIO TELECOM
CONSULTORA MARTA ALVES

Telefone/WhatsApp:

(83) 9 9869-0840

Exatus

 

WhatsApp: (83) 9 9802-6460